De Marcos Vieira a 25 de Setembro de 2007 às 07:26
Pelo visto vai mudar mesmo. Com a palavra o PRESIDENTE da academia nacional de letras: http://video.globo.com/Videos/Player/Entretenimento/0,,GIM732625-7822-MARCOS+VINICIOS+VILACA+E+PRESIDENTE+DA+ACADEMIA+BRASILEIRA+DE+LETRAS,00.html
De jogo da sueca a 25 de Setembro de 2007 às 12:55
está uma entrevista curiosa. como é que os brasileiros vêem esta reforma?

no entanto esse senhor que está a ser entrevistado perde muita credibilidade quando se põe a dizer que o inglês de inglaterra e dos estados unidos já tem uma ortografia comum. se por acaso te cruzares com ele aí na rua diz-lhe para consultar esta página: http://en.wikipedia.org/wiki/American_and_British_English_spelling_differences

cumps!
De Bruno Gabrielli a 26 de Setembro de 2007 às 21:58
Tudo bem que existem diferenças entre o inglês britânico e o americano, mas os livros escritos em um país não precisam ser "traduzidos" para serem lançados em outro. Acho a reforma lingüística muito importante, pois se falamos um único idioma, como pode a ortografia ser tão diferente!?
O problema, na minha opinião, é que os portugueses são muito conservadores nesse sentido. Se continuar no ritmo que está, num futuro próximo falaremos dois idiomas completamente diferentes, como aconteceu com o latim nas colônias romanas.

Acho que devemos manter a nossa unidade como falantes de um mesmo idioma.
ps.: a correção ortográfica do site achou dois "erros" gramaticais meus (que no Brasil são corretos heheh)
De jogo da sueca a 27 de Setembro de 2007 às 08:23
olá Bruno,

tenho a certeza que os livros não são "traduzidos" devido à ortografia, mas sim devido às expressões que se utilizam num país e não se utilizam noutro.

o caso q dizes do inglês USA vs inglês Britânico é que não têm uma ortografia comum, mas têm uma ortografia que é compreensível por ambas as partes.

pois bem, és capaz de me dar algum exemplo de uma palavra cuja ortografia em português do Brasil não seja entendida em português de Portugal? é que duvido seriamente.

não conheço a opinião de nenhum português mas acho q tens razão: acredito que sejam muito conservadores.
De Bruno Gabrielli a 27 de Setembro de 2007 às 12:40
Na realidade, você está correto quando diz que a ortografia das duas normas é compreensível. O problema está mesmo nos termos que descrevem coisas que surgiram depois do período colonial (como autocarro e ônibus pt-BR )). E quanto a isso nada pode ser feito :(

Mas com o crescimento da internet (e da wikipedia-pt principalmente) eu estou sentindo que está havendo um maior número de brasileiros aprendendo palavras e expressões do pt-PT e vice versa. E isso é muito bom.

Mas ainda acho essencial a unificação das normas de ortografia, para impedir que o idioma se divida
Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres