De Somnia a 11 de Agosto de 2008 às 20:49
Olá Pedro!

Eu não tinha visto alguns desses posts, quando você publicou da primeira vez...

Esse da criança me chamou atenção.. certa vez, em Hensinborg, fiquei chocada com a frieza de uma mãe com seus filhos... Enquanto eles a chamavam o tempo todo pra brincar no playground, ela apenas falava ao telefone, alisando a cabeca de seu enorme cachorro...
Fez isso por quase 1 hora... e nem olhou para os filhos... Ate hoje tenho o post na cabeca pra escrever...

No entanto, eu acho que se os suecos não conseguem demonstrar muito carinho em publico - acho que esse caso foi ate meio agressivo, não vejo gente assim o tempo todo - eles são bastante dedicados a seus filhos. Eu sempre penso isso ao ver esse povo o tempo todo cuidando dos filhos... 1 ano de licenca... dia e noite. E encontro-os pela cidade, levando os filhos para parques, um monte de lugares, tentando diverti-los... E penso no Brasil, onde grandissima parte dos pais jogam os filhos na casa dos avos ou na mãos das babas e creches, desde pequenininhos...

Então, pensando desse prisma... eu continuo tendo horror ªaquela mulhé maluca do cachorro, mas quando aos outros, acho que eles têm seu jeitão diferente, mas são carinhosos à maneira deles. Beijao
De jogo da sueca a 12 de Agosto de 2008 às 00:02
Olá Sónia! :)

Sim, concordo contigo. Obviamente os pais preocupam-se com os filhos. E uma coisa é certa: as crianças na Suécia têm uma infância maravilhosa... Cheia de atenção, de actividade...

Mas este post não deixa de ser verdade. Uma vez chamou-me à atenção na Suécia ver uma mãe sul americana a levar o seu filho no electrico. Sempre muito carinhosa. De tal forma que me chamou à atenção, porque me dei conta que há muito tempo que não via um pai ou uma mãe a comportar-se desta forma... Lá está, depois reparei que os suecos não são muito de afectos em público :)
Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres